FANDOM


"Extraia a seiva do leitinho-de-demônio, cozinhe em banho-maria com uma parte faltante da casa de lua branca, depois pegue duas medidas de estupidez..." é sério isto??!!

A perícia da conhecimentos sobre como usar elementos (físicos ou mágicos) no preparo de poções. Perícia Difícil com alvo em Q.I. e ligada às vocações Religiosa e Lógica.

Alguns dizem que a alquimia é a arte de cozinhar elementos mágicos, pode ser uma descrição simplista, mas faz sentido, tanto que algumas poções de nível mais baixo podem ser feitas com a perícia Culinária, desde que se tenha a receita. Mas enquanto Culinária se preocupa com propriedades nutritivas mas quase sempre se importando mais com o sabor e aparência, para a Alquimia o sabor, cheiro e propriedades que agradam os sentidos pouco importam. A única coisa que interessa são as propriedades mágicas ou espirituais de cada elemento.

Os alquimistas conseguem extrair estas propriedades mágicas e até espirituais de plantas (principalmente), animais e até minerais (com mais dificuldade). Os alquimistas não manipulam a mana diretamente, assim até quem não possui um dom mágico forte pode praticar alquimia. Quando se quiser enfatizar termos técnicos (isto vai mais de personagens que de jogadores) os alquimistas são classificados como "feiticeiros" ou "encantadores" mas não como "magos".

Apesar disto a perícia aumenta em 10% a magia do elemento mais forte, isto já no nível Curioso. Se o Mestre do Jogo quiser ser bonzinho ele pode aumentar mais em outros níveis ou até permitir que não seja só o elemento mais forte.

Alguns encantamentos podem ser usados apenas com Alquimia, a partir do nível Praticante, mas há encantamentos que só podem ser realizados pela perícia Misticismo. Se o personagem tiver as duas, uma pode potencializar a outra.

As poções mágicas são as mais procuradas por quem estuda alquimia ou busca um alquimista, mas há uma série de "poções" não exatamente mágicas que o alquimista pode preparar: Venenos, antídotos, remédios, perfumes e outros cosméticos, ligas metálicas, elixires espirituais, suplementos alimentares, etc.

Uma observação: Receitas alquímicas nem sempre são escritas de forma clara, para evitar que uma descoberta seja usada por pessoas que não deveriam, assim "lua branca" pode simbolizar "prata" ou algum sal de prata; "lágrimas do solo seco" pode simbolizar "Raiz de tubérculo do deserto"; "Sangue de trovão" pode significar "sulfeto de Buri", etc. Níveis mais altos de alquimia ajudam a decifrar estas referências.