FANDOM


Centauro4

Há uma pequena dúvida se os centauros seriam a raça mais antiga de Akaŝa ou se teriam surgido depois das Sereias, mas nem mesmo os centauros conhecem o início de sua história, pois o Livro dos Dias dos Centauros se perdeu sabe-se lá desde quando (é o Livro dos Dias mais cobiçado). De qualquer forma, sabe-se que eles já estavam presentes em Akaŝa, mesmo quando esta era um amontoado de ilhas. Também não se sabe qual das deusas-mães os conjurou, há até quem acredite que eles possam já estar aqui desde antes das deusas-mães (preciso dizer que esta versão é tida como heresia para os adeptos de Anĝelina?).

APARÊNCIAEditar

Os centauros têm a parte superior do corpo igual a dos humanos, e a parte inferior igual dos equinos. Altura média 1,80-2,10 metros, peso médio 550 quilos para centaurinas e 650 quilos para centauros. Em geral, os centauros têm a pele clara, não havendo nem indivíduos negros e nem albinos, mas como muitos moram em Fajr-Regno, é comum ver centauros com o bronzeado típico do lugar. Os olhos variam bastante, principalmente entre o cinza e o castanho, mas olhos claros também existem. Quanto aos cabelos estes são lisos, e eles preferem tê-los compridos; as centaurinas gostam também de enfeitar os cabelos com tranças, flores, penas e outros. A pelagem de sua parte equina varia tanto quanto dos cavalos, podendo ser brancas, negras, baias, ruivas, malhadas...

A anatomia dos centauros é bem única, lhe dando algumas vantagens e desvantagens. A maior curiosidade é que os centauros têm órgãos vitais duplos: dois corações e quatro rins. Com isto os centauros podem sobreviver mesmo se um de seus corações for dilacerado (não com a mesma qualidade, obviamente, mas alguns centauros já viveram até nove anos depois de ter um coração atravessado por uma flecha).

Seu fígado é enorme, maior que de um cavalo. Além dos quatro rins e outros órgãos semelhantes aos humanos (baço, pâncreas), os centauros ainda contam com uma Vesícula Centáurica (fisicamente semelhante à vesícula biliar, mas que produz uma secreção única da raça, capaz de eliminar vários tipos de efeitos mágicos), isto faz com que a raça seja muito resistente a uma enorme gama de magias, venenos e intoxicações.

Nem por isto a raça abusa da sorte: os centauros nunca fumam e odeiam que fumem perto deles, não usam drogas pesadas e raramente bebem em excesso.

Mas nem tudo são flores: os corações duplos lhes dão várias vantagens, mas cobram um preço. O coração equino dos centauros é bem maior que seu coração humano (de sua parte humanóide) pouco mais que o dobro, e se este começar a bater muito rápido, o coração humano do centauro não consegue acompanhar o ritmo, o que lhe trará muitas dores, e dizem que seu coração humano pode até estourar se o outro coração bater rápido por muito tempo.

Os pulmões dos centauros são bem maiores que dos humanos, e parecem ser mais eficientes que qualquer outra raça. Ainda assim, devido ao tamanho de seu corpo, os centauros começam ter limitações na respiração quando fazem exercícios puxados por tempo prolongado.

Juntando as duas observações acima, vemos que os centauros podem atingir grande velocidade na corrida, como um cavalo de raça a galope, mas não conseguem correr por muito tempo. É até interessante ver um grupo grande de centauros viajando: eles vão trotando o tempo todo.

Devido estas limitações, os centauros passam toda sua infância e adolescência (100 primeiros anos) em uma rígida disciplina de estudos, exercícios e meditação, para aprender dominar o próprio corpo (principalmente os corações).

Neste período eles são separados dos centauros do sexo oposto, só recebendo visita de seus pais e de professores idosos, tudo para que o jovem centauro ou centaurina não morra (literalmente) das paixões da juventude.

SENTIDOSEditar

Quanto à distância, a visão dos centauros é mais ampla que a dos humanos, sendo que alguns (menos da metade) sofrem até de algum grau de hipermetropia. Quanto às cores e claridade, a visão deles é basicamente igual dos humanos, embora os centauros fiquem muito mais tempo treinando como enxergar as coisas, o que faz com que eles sejam mais atentos que os humanos.

O olfato dos centauros é também mais apurado que dos humanos, mas não chega nem perto do olfato de cães e gatos, p.ex.

Em termos de audição eles não têm nenhuma vantagem.

HABILIDADESEditar

Como os centauros passam muito tempo estudando, todos eles são alfabetizados, no Esperanto (idioma internacional), no Sagajlo (idioma próprio dos centauros) e não raramente em mais um dialeto local.

O Arco para eles faz parte até do ritual de meditação, portanto todo centauro começa como Praticante em arco.

A anatomia dos centauros não os favorece nem na Natação, nem em Escalar. Se precisarem cruzar um rio, eles podem até ir boiando, mas serão arrastados pelas correntes. Além disto, os centauros odeiam andar em barcos, portanto lugares com muita água são fatores limitantes para os centauros. Os centauros têm também problemas de claustrofobia (quase todos), por isto fazem seus acampamentos, vilas e até cidades em planícies e planaltos bem abertos, e preferem dormir em tendas (são menores que casas, mas são mais arejadas). Muitos deles têm também problemas de acrofobia (quase metade), mas ainda assim vemos muitos centauros vivendo em regiões montanhosas (muitas montanhas, apesar de altas, têm os aclives entre 60°-65°, o que não impede pessoas sem Escalar de subi-las).

LONGEVIDADEEditar

Os centauros vivem em média 300-350 anos, sendo que, como já disse, os primeiros 100 anos eles passam praticamente só estudando e meditando, fazem bem poucos exercícios (todos controlados). Os centauros só começam sofrer os efeitos do envelhecimento nos 40 ou 50 últimos anos de vida (por volta dos 250-290), e envelhecimento dos centauros é bem similar dos humanos: a Força e Destreza diminuem, seus cabelos ficam brancos, a pele perde o brilho e ganha rugas, etc. Nesta fase os centauros também perdem muito peso.

MAGIAEditar

Outro ponto fraco dos centauros é a quase total impossibilidade de usar magia. Desde o começo da história que temos notícia, até hoje, uma única centaurina se tornou uma boa maga do fogo: Medreeva. Todos os demais centauros, só com muito esforço conseguem fazer algum feitiço básico do fogo ou ar. Não se sabe ao certo porque os centauros são tão refratários às artes mágicas, mas uma das teorias é de que, a angulação de 90° que a coluna deles faz entre sua parte humana e sua parte equina impede que a energia mágica flua pelo corpo deles, e sem fluir, ela não funciona.

A Vesícula Centáurica também pode ter influência nesta parte, pois elimina não só efeitos mágicos nocivos, mas também benéficos. (nota: é bom lembrar que a vesícula centáurica elimina apenas PARTE de efeitos mágicos lançados nos centauros, portanto eles não são totalmente imunes à magia).