FANDOM


Extensa região na parte sul de Gaja. Antes do Ragnarök esta região já tinha várias montanhas e alguns planaltos, mas depois do Ragnarök a região se tornou um amontoado gigantesco de grandes montanhas, algumas tão altas que seus picos são cobertos de neve eterna.

O solo é rochoso e escuro, a vegetação é escassa e o clima é bem mais frio que qualquer outro lugar de Gaja. Embora a travessia não seja praticamente impossível (como nas Colinas Errantes), a Cordilheira Negra é uma barreira natural bem difícil de ser ultrapassada.

Todas as cidades que existiam na região foram destruídas, só sobrando algumas poucas comunidades rurais que viviam na parte de baixo das montanhas.

A principal cidade que existia lá era Trista. As ruínas de Trista atraíram muitos aventureiros depois do Ragnarök (na verdade mais saqueadores do que aventureiros de verdade); hoje em dia estes "aventureiros" já não aparecem mais por aquelas bandas, pois já não deve haver mais nada de valor para se levar das ruínas.

Trista foi um dos muitos lugares atingidos por violentas disrupturas de mana durante o Ragnarök, estas disrupturas exterminaram com a população local, e os que não morreram se transformaram em criaturas amaldiçoadas, principalmente nos desprezíveis sátiros. Por isto, as ruínas onde antes foi a cidade de Trista, hoje é conhecida como o Pico dos Sátiros.

Alguns lugares da Cordilheira Negra se tornaram sagrados; alguns mestres escolheram este lugar devido ao isolamento e/ou as atividades mágicas singulares. Nas montanhas da Cordilheira Negra existem pelo menos um Templo do Silêncio, um Santuário Secreto de Gaja (feito pelas amazonas), uma Igreja do Santo Mago Mardany, uma base para a Confraria Meĵanb, além de algumas bases de treinamento oficiais e extra-oficiais dos exércitos do rei e do duque. Há relatos de atividade demonista em regiões orientais da Cordilheira Negra.

As concentrações de mana verde e preta são bem irregulares na região, tendo muitos pontos de alta e baixa densidade de ambas.

A região também possui algumas das poucas minas encontradas em Gaja, são duas minas de bronze, uma de ferro e uma de ósmio, sendo esta a maior de todas.

Existe uma grande cidade de leonídeos depois da Cordilheira Negra, na parte mais ocidental, alguns que tentam chegar à Floresta Proibida atravessando a Cordilheira Negra muitas vezes acabam caindo nesta cidade leonídea e acabam sendo escravizados (ou coisa pior).