FANDOM


Villains of Fantasy - Larry Elmore

Os demônios são seres espirituais, assim como os Anjos. Porém sua origem é total ou parcialmente vinda dos planos espirituais infernais.

Embora a definição seja relativamente simples, falar qualquer coisa a mais que isso sobre os demônios é muito difícil, pois eles não representam uma raça, e sim várias raças diferentes. Há demônios parecidos com humanos, outros parecidos com raças selvagens, demônios que vivem em ambientes gelados, subaquáticos, uns enormes, outros pequenos...

Segundo a definição, fazem parte dos demônios: qualquer criatura que tenha ido para o plano infernal (alma maldita), os diabos, as súcubos e os íncubos, os diabos-anões (antes chamados diabretes), gárgulas, medusas e vários outros. Há algumas dúvidas técnicas quando se falam de alguns tipos de mortos-vivos, golens e criaturas preparadas por demônios para serem “incubadas”, pois estes teriam uma parte física muito maior que a espiritual, mas discutiremos isto mais adiante.

Os demônios têm uma afinidade com a magia negra maior que qualquer outra raça, e obviamente com o plano infernal também. Por isto as outras raças sempre associaram os demônios com tudo que há de pior e mais destrutivo. Isto só foi contestado depois que o deus Piro passou a defender (em parte) os demônios.

Segundo Piro: “Os demônios não são piores que os Humanos”. Alguns historiadores tentam amenizar a declaração afirmando que o mais certo é que o deus se referiu à maioria dos demônios e à maioria dos humanos, e não às suas totalidades. Resta saber se os demônios devem se sentir honrados com a declaração ou nós humanos que devemos nos sentir ofendidos.

Para tentar manter a neutralidade então, vou apenas destacar alguns fatos: algumas raças demoníacas são totalmente selvagens e sádicas, e não podem de forma alguma se enquadrar na declaração feita por Piro. PORÉM, desde que o deus permitiu que os demônios convivessem mais livremente entre as outras raças superiores foi observado que os demônios tendem a ser mais agressivos que outras raças, mas nem todos são sádicos.

De qualquer forma, todo demônio parece ter pelo menos uma das seguintes características acentuada: sanguinolência, luxúria, sede de poder, preguiça ou desonestidade. São ainda tidos como orgulhosos, mas (novamente: só estou sendo neutro) qual raça pode não ser considerada orgulhosa? As Sereias têm orgulho de sua beleza e liberdade, os Centauros de sua honra e sabedoria, as Raças Selvagens de sua força, os Humanos... Melhor nem comentar!

Para nossa sorte, a maioria dos demônios não consegue passar do Plano Espiritual para o material (veja no doc sobre os planos sobre as formas usadas para os demônios fazerem esta passagem), e a maioria dos que conseguem literalmente viver entre nós vem dos Primeiros Círculos Infernais, e, portanto são os mais fracos. Os mais comuns são os diabos, as súcubos e os íncubos, e as almas malditas (que também são as que podem ser usadas como personagem). Também é bom observar que os diabos, as súcubos e os íncubos são os únicos demônios que têm de fato a permissão de Piro para viver como cidadãos de Fajr-Regno, excluindo mortos-vivos, harpias, aventesmas, mequetrefes e outros, o que também faz crer que quando ele falou que os demônios não eram piores que os humanos, se referia apenas àqueles demônios, e não todos.

RAÇAS DEMONÍACAS JOGÁVEISEditar

DIABOSEditar

São os demônios mais básicos (marcados no programa de ficha como (B)), vindos do Primeiro, Segundo ou no máximo Terceiro Círculo Infernal. Possuem várias sub-raças.

SÚCUBOS E ÍNCUBOSEditar

(Marcados no programa de fichas como (IS)) São os demônios mais sedutores que existem, as primeiras são as fêmeas, os segundos os machos da raça. São mais inteligentes e têm mais poder mágico que os diabos, e, portanto costumam ser líderes entre os demônios mais fracos. Aqui no plano material eles lideram também grupos de humanos. Eles vêm do Primeiro, Segundo, Terceiro ou Quarto Círculo Infernal.

ALMAS MALDITASEditar

Estes já foram de outra raça, normalmente um humano, que buscaram o poder da magia negra, normalmente se tornando um bruxo negro, e em nome deste poder entregaram sua alma para o plano infernal, se tornando diabos. Algumas almas malditas conseguem ter até mais poder que muitos diabos. NOTA: Nem toda alma que sofre uma maldição se torna uma alma maldita, portanto usa-se o termo alma amaldiçoada para quem sofre uma maldição qualquer e alma maldita apenas para as almas que de própria vontade buscaram e se tornam diabos.

APARÊNCIAEditar

Como os demônios representam várias raças, a aparência deles é extremamente variada, há demônios que parecem humanos, outros que parecem grandes feras peludas, outros parecem centauros deformados... Isto varia de acordo com a raça, onde o demônio mora e também a forma usada para vir para o Plano Físico.

As almas malditas são obviamente parecidas com a raça que pertenciam antes de se tornarem demônios, não apenas fisicamente como também em termos de poder e atributos. Porém uma aura de mana negra envolve seu corpo.

Esta aura não pode ser vista por olhos físicos, e muitos podem achar que estes demônios são apenas humanos (ou sereias, centauros...) com comportamentos questionáveis. Mas aos poucos esta aura vai se entranhando na pele e depois outros órgãos, fazendo com que suas características diabólicas apareçam cada vez mais. (Se um jogador for jogar com uma alma maldita, faça a ficha como a raça original e depois o mestre dará as alterações necessárias de acordo com sua história.)

Dd42ba9f725037908a2642e2cd941035


Entre os diabos, os vindos do Primeiro ou Segundo Círculo Infernal estão os mais parecidos com humanos, principalmente os que vêm para o Plano Material por meio de CONJURAÇÃO ou REENCARNAÇÃO. A maior diferença é a pele, que na maioria das vezes é cinza, ou vermelha. Alguns diabos conjurados ou reencarnados possuem pequenos chifres, mas estes são bem menores que dos íncubos/súcubos e dos transmutados. Este tipo de diabo raramente tem asas.

Os que vêm para o plano físico por TRANSMUTAÇÃO têm um corpo humanóide, mas possuem maior número de características da ou das feras que usa para transmutar: chifres, garras, presas, cascos, escamas, rabo... (vide doc sobre planos)

Entre estes existem vários grupos e facções, muitas vezes rivais entre si, destes quatro se destacam:

- Os Escamosos: Possuem escamas em todo o corpo e garras no lugar das mãos, seus dentes são afiados, não têm cabelos e nem orelhas, mas apesar disto não têm o rosto e crânio parecido com dos homens-lagartos, como seria de esperar, se assemelhando mais às raças selvagens. Vêm do Terceiro Círculo Infernal, são fisicamente mais fracos que os outros demônios, porém têm poderes mágicos e espirituais mais fortes.

- Guardiães de Ades: Este clã não possui apenas demônios, mas conta também com alguns magos-negros humanos, os diabos do clã são de níveis diferentes, vindos de qualquer um dos três primeiros Círculos Infernais, porém a maioria é de demônios mais fracos, magros e até esqueléticos, têm a pele mais pálida, pouco ou nenhum pêlo no corpo, boa parte deles têm altura bem menor que dos humanos. São também os com menos Q.I. e compensam seus pontos fracos formando grupos de grande número.

- Senhores das Trevas: Grupo rival dos Escamosos, eles gostam de usar criaturas aladas para a transmutação, principalmente morcegos (pois suas asas são mais fortes) para conseguirem a vantagem de poder voar, e também buscam criaturas com chifres grandes. São fortes e inteligentes, por isto dizem pertencer ao grupo mais “nobre” dos diabos, porém seus poderes mágicos e espirituais não são tão grandes quanto dos Escamosos. Os Senhores das Trevas são os diabos que tentam se parecer mais com as súcubos e os íncubos.

- Lammilus: Estes demônios preferem viver em ambiente aquático, usam as fendas planares encontradas mais frequentemente no fundo de grandes rios e mares para transplanar. Sua origem é o Terceiro ou Quarto Círculo Infernal (provavelmente únicos diabos do quarto), como vêm de círculos mais profundos e são transplanados, os Lammilus estão entre os diabos mais poderosos. A maioria deles tem caudas como as sereias, porém são feios que dói, têm a pele escamosa, normalmente marrom ou verde, mas há também no grupo demônios que parecem enormes aranhas transparentes, aparentemente estes são servos dos mais fortes.

Os demônios transmutados gostam de usar largos mantos com capuzes que lhe cobrem o rosto, alguns demônios machos usam também pesadas armaduras e elmos, ocultando suas características selvagens para interagir com mais facilidade no meio de outras raças.

Os diabos que vêm do Terceiro ou Quarto Círculo Infernal são os únicos que conseguem vir por meio de TRANSPLANAÇÃO. Estes têm características físicas das mais diversas, pois permanecem com o mesmo corpo e demais características praticamente idênticas aos que tinham no plano espiritual.

Succubus-1

As súcubos têm aparência de humanas sedutoras, com porte mais atlético que os diabos, às vezes bem musculosas (há diabos tão fortes quanto as súcubos, mas entre os diabos existem fortes e fracos, já as súcubos estão sempre entre os mais fortes, comparando os dois grupos), elas possuem cauda e asas grandes e fortes, parecidas com as dos morcegos. A maioria das súcubos têm a pele vermelha, mas outras têm a pele cinza (o contrário dos diabos). A maioria tem chifres grandes ou pequenos. Porém as súcubos possuem habilidades de disfarçar suas próprias características, momentânea ou permanentemente, seja por ilusão ou transformação mágica, fazendo a pele ficar ainda mais parecida com das humanas ou diminuindo e até desaparecendo com os chifres.

Demon


Os íncubos obviamente têm as mesmas características das súcubos, mas tendem a ser mais discretos, e disfarçam ainda mais suas características demoníacas. Eles também são menos numerosos, tanto aqui como no plano espiritual existe pelo menos o dobro de súcubos que íncubos.


SENTIDOSEditar

Não há padrão definido.

As almas malditas têm os mesmos sentidos que sua raça original, às vezes até com alguns prejuízos; os diabos “independentes” (que vivem mais livremente entre humanos) têm sentidos similares aos humanos; os Escamosos têm olfato e audição aguçados, mas são quase cegos, têm 30% da visão de um humano normal, e parecem ter muito pouco tato também; os Senhores das Trevas têm visão aguçada; as súcubos e íncubos têm olfato aguçado, a visão é melhor que dos humanos, mas pior que dos anjos, têm também maior percepção de fontes mágicas.

Com exceção dos Escamosos e das Súcubos/íncubos, os demônios parecem ter péssimo olfato (talvez por isto não se incomodem em viver em ambientes sujos) e também têm uma audição pior que dos humanos. Eles enxergam melhor no escuro e a maioria (exceção: diabos independentes, súcubos e íncubos) tem dificuldades em enxergar na luz do dia, principalmente na luz de Hélius Flava (a grande estrela amarela).

HABILIDADESEditar

O único padrão é que os demônios têm hipoalgia (baixa sensibilidade à dor), principalmente as súcubos e íncubos. Isto faz com que os demônios tenham muito menos medo de entrar em combates corpo-a-corpo.

As súcubos, íncubos e demônios transplanados alados têm habilidade de voar, os Senhores das Trevas também costumam ter, mas entre os demônios transmutados nem todos que têm asas conseguem voar (esta é uma curiosidade que poucos humanos sabem).

Os Lammilus possuem habilidade de respirar embaixo d’água, mas nem todos podem viver também fora da água.

Quase todos os demônios têm grande resistência ao calor (súcubos, íncubos, Senhores das Trevas, entre outros) ou ao frio (Lammilus, Escamosos, almas malditas, demônio do gelo), mas não sabemos ao certo quais teriam resistência a ambos.

Os demônios têm também uma dependência de fontes de mana negra, mesmo entre os que não usam magia. Quando estão em algum lugar cujas fontes de mana negra são muito baixas eles ficam mais fracos, seus sentidos diminuem, começam a passar mal de várias formas... Esta dependência é mais forte em uns que em outros.

A maioria também apresenta os mesmo sintomas acima quando estão em áreas de fontes muito fortes de mana branca e/ou lugares abençoados e isto pode acontecer mesmo quando o lugar tem fontes altas de mana negra também.

LONGEVIDADEEditar

Os demônios mantêm sua vitalidade por meios mágicos, seja vampirizando outras criaturas, seja usando diretamente fontes de mana ou magias necromantes. Portanto é difícil falar sobre longevidade dos demônios.

Alguns demônios podem passar milênios no Plano Espiritual e vir diretamente para o Plano Material (transplanação), poderíamos então dizer que eles já “nasceram” com mais de mil anos?

Há quem teorize que pode haver em Akaŝa demônios do tempo de primeira Praga (na ilha de Garagatá), ou que estiveram aqui naquele tempo, morreram e depois voltaram novamente, e isto foi antes do nascimento do deus Piro. A segunda hipótese pode ser mais plausível, mas de qualquer forma isto faria dos demônios praticamente imortais.

Um demônio perde vitalidade quando perde alguma fonte de poder, e isto pode lhes dar a aparência de uma criatura velha. Quando restauram ou acham outras fontes de poder, os demônios “rejuvenescem”. As súcubos e os íncubos são os que mais se preocupam em estar eternamente jovens, pois para eles a aparência é algo essencial. Os diabos independentes também costumam ter cuidados com as aparência (embora nem todos), o que os faz buscar mais constantemente “sangue novo” para suas fontes de poder, portanto estes três estão entre os maiores vampirizadores. (NOTA: “sangue novo” é expressão, nem todo vampiro precisa literalmente beber o sangue de suas vítimas para roubar-lhes energia, o vampirismo pode se dar por roubo de energia mágica, espiritual ou até energia sexual. Os demônios também não são os únicos a usar técnicas vampiras, humanos, sereias e até mesmo alguns anjos usam de algumas técnica de transferência de energia).

MAGIAEditar

Varia muito de demônio para demônio, a maioria dos demônios desenvolvem o dom de forma bem parcial: ou só sabem fazer alguns tipos de conjurações, ou se especializam em fazer portais planares (aliás, são a raça mais especializada nestes portais), ou têm uma lista reduzida de feitiços ou encantamentos. Além disto, os demônios mais fortes costumam obliterar (bloqueio mágico) os poderes dos demônios mais fracos, tanto num plano como no outro.

O elemento que os demônios mais dominam é obviamente a magia negra, mas alguns demônios conseguem dominar um pouco (bem pouco mesmo, qualquer outro elemento tende a não chegar aos 20%) dos demais elementos, exceto o ar, pois é magia branca. Um demônio só chega a dominar dois elementos quando já é um dragão-negro (denominação de um bruxo que domina um elemento acima dos 70%).