FANDOM


O Desfiladeiro Selvagem fica na fronteira entre Fajr-Regno e Ajros, antes do Ragnarök o desfiladeiro tinha apenas metade do tamanho atual, mas o advento rasgou literalmente os dois continentes, criando uma barreira quase intransponível entre eles.

Muitos veem no Desfiladeiro Selvagem não apenas a separação física entre ambos os continentes, mas também um símbolo de todo afastamento entre os continentes e também entre a deusa Anĝelina e seu filho Piro.

O desfiladeiro é chamado de selvagem pois nele vivem várias Raças Selvagens, como orcos, ogres e vários tipos de goblinóides. Há também alguns demônios vivendo na região.

A região é extremamente acidentada, não apenas o relevo, mas encontramos todo que é tipo de clima na região. Do lado de Fajr-Regno a região é quente e desértica; do lado de Ajros a região é bem fria, embora seja seca, e não úmida como o resto do continente; no fundo do desfiladeiro há tanto regiões desérticas quanto alguns pontos pantanosos. Todas as montanhas da região são cheias de cavernas, boa parte delas feitas pelas Raças Selvagens.

Embora a região pareça ser pobre em magia e fluídos espirituais, as poucas plantas que nascem e crescem na região possuem propriedades mágicas e espirituais muito mais potentes que a maioria das plantas de qualquer outra região. Isto certamente resultado do Ragnarök.

Preocupados com as formas com que estas plantas estranhas podem ser usadas, Ajros proibiu expressamente qualquer pessoa ir ao Desfiladeiro Selvagem atrás destas ervas, não importa para qual objetivo. O descumprimento desta ordem é punido com prisão.

Até mesmo as cidades de Ĵevurá e Heséd vigiam de perto todo herbalista que faz qualquer experiência na região; uma atitude que não é muito típica em Fajr-Regno.

Acredita-se também que a região possa conter muitos portais inter-planares, pois a região, assim como a Ilha dos Exilados, é cheia de grandes irregularidades.