FANDOM


Para facilitar a vida dos novatos ou de quem simplesmente tá sem ideia ou não quer perder tempo, vou colocar exemplos de algumas fichas de personagens explicando cada passo.

O primeiro passo é avaliar a proposta de aventura do mestre, pois quanto mais complexa é a aventura que ele pretende criar, mais complexo deve ser o personagem criado.

Proposta 1Rastejadores de masmorra (Dungeon Crawler) – Aventura cuja principal função dos jogadores é explorar masmorras e matar inimigos. É um tipo de aventura rápida que não exige muito da criação do personagem. Há relativamente poucas interação para os personagens, sendo muito maior o GAME que o ROLE-PLAYING.

  • Proposta típica: "Vocês moram numa vila de Fajr-Regno próxima ao Desfiladeiro Selvagem, e atualmente o número de ataques de bestas e Raças Selvagens às pessoas e ao gado da vila tem aumentado, e vocês serão heróis que cuidarão de dar um jeito nestes monstros. A maioria deles se esconde em cavernas e túneis no Desfiladeiro Selvagem. A aventura se limitará a personagens humanos, modo básico, sem filiações especiais."
    • Exemplos de fichas: Ramon (Guerreiro arquétipo)

Proposta 2Básica para iniciantes – Aventura relativamente simples para quem está aprendendo jogar a pouco tempo. Também é uma aventura que favorece personagens arquetípicos, mas já permite mais interações entre os personagens e também com os PMs.

  • Proposta típica: "Vocês estão em Gaja, na ou próximos à cidade de Blualando, e ficam sabendo que um visconde das redondesas está convocando um grupo de aventureiros para escoltar importantes representantes do Yüksek Kan até Nadias. Cada um de vocês, por motivos diversos, resolve se unir a este grupo de aventureiros."
    • Exemplos de fichas: Ollin (Arqueiro arquétipo)

Proposta 3 - Continuum - Aventura também boa para iniciantes, que começa com algo bem simples, mas assim que termina uma aventura, os personagens passam para outras mais complexas, evoluindo sempre. Pode-se começar com o personagem no modo básico, e depois mudar para o avançado.

  • Proposta típica: "Talula está sofrendo ataques de legiões demoníacas, na primeira missão vocês devem descobrir quem está por trás disto (e vão ganhar 50 PPs), na segunda missão vocês tevem reunir recursos para deter estes responsáveis (e vão ganhar 100 PPs), na terceira irão lutar contra eles ( e vão ganhar 120 PPs), quando tiverem conseguido vencê-los, o MJ pode criar missões novas para livrar outras regiões da influência de legiões demoníacas, e assim e segue".
  • Exemplos de fichas: Gabraal (Anjo inteligente e sociável)

Proposta 4Exploração de mundo – Aventura normalmente para poucos jogadores, onde o personagem a princípio não tem uma missão definida mas tem toda liberdade para explorar todo o mundo em busca de uma série da aventuras. Normalmente começamos no modo avançado. Eu gosto de mestrar este tipo de aventura para novatos que sabem um pouco de RPG, mas não conhecem o cenário de Akaŝa, e também para aqueles que gostam mais do ROLE-PLAYING do que o GAME.

  • Proposta típica: "Seu personagem acaba de completar 16 anos e resolveu ir para Gaj-Kor´ se alistar no exército do rei."

Proposta 5Guerra – Precisa explicar? - Em campanhas que já se começa com uma guerra, é importante que os jogadores conheçam bem os detalhes sobre o cenário envolvido, como o continente ou continentes que estão em guerra, as filiações, as Questões de Gênero, etc.

  • Proposta típica: "O Duque Anemandro de Jarailê capturou e matou o Juiz Meneskal, que era um importante cidadão de Burnabad e líder da escola Izete. Embora o crime tenha se dado por motivos supostamente pessoais, o acontecimento causou uma guerra entre membros do Yüksek Kan e da Escola Izete."

Proposta 6 - Épico - Aventura para jogadores experientes (ou que não querem perder tempo e ir logo pro modo fodástico), com aventuras complexas, interações complexas, personagens overpowerizados, com histórias bem trabalhadas, todo o cenário envolvido e explorado em detalhes... Épico é o que há!