FANDOM


Esquecidos
A Terra dos Esquecidos é formada por duas ilhas ao norte de Akvlando e banhadas pelo Larmaro; a ilha principal, chamada no idioma local de Varansda, é a conhecida como a Terra dos Esquecidos propriamente dita e a outra ilha é Eskin. Em Eskin a única coisa que existe é uma prisão e boatos de que possa haver lá uma ruína da Era Ancestral.

O clima da Terra dos Esquecidos é o mais frio de Akvlando, perdendo talvez só para La Limo. A ilha é longa e possui pelo menos dez portos, embora a maioria esteja quase que sem condições nenhuma de ser usada. O mar na região está sempre cheio de icebergues e boa parte dele congela totalmente na maior parte do ano.

Como o inverno aqui dura mais que o verão, Hélius Blua ilumina a região mais que Hélius Flava, dando ao lugar um clima azulado quase o tempo todo.

A única flora existente é formada de algas marinhas gigantes e poucas ervas rasteiras resistentes e a fauna é composta de focas, pinguins, peixes, serpentes marinhas, ursos polares e outros seres marinhos (incluindo alguns monstros marinhos).

Existem poucos vilarejos na Terra dos Esquecidos, sua população é composta principalmente de marinheiro em serviço, pessoas que vão à ilha para extrair o sal de sua água e pescar peixes que só são encontrados nestas águas, viajantes que vão para ou vêm de Mahijar e aventureiros ocasionais (incluindo alguns piratas). Quem tem que passar por aqui procura fazê-lo principalmente no fim da primavera ou no verão, quando o mar descongela, pois quem passar em outras épocas corre o risco de ficar preso e ter que esperar até o gelo começar derreter, o que pode demorar meses.

A população nativa, que busca não se misturar muito com a população itinerante, é conhecida como os Asokays.

Por piedade de uma terra tão esquecida até no nome, Jara recompensa seu povo com sua presença pelo menos uma vez por ano e durante um mês inteiro, a partir do equinócio de inverno. Isto faz com que algumas pessoas busquem também a Terra dos Esquecidos só para poderem ver de perto a deusa.

Os Asokay são, apesar de tudo, um povo orgulhoso e estão entre os seguidores mais fanáticos de Jara (ou Ýar como preferem dizer, eles possuem idioma próprio), não aceitam nenhum culto a nenhum outro deus em suas terras, todos os dogmas são seguidos a risca. Nas palavras de um Asokay líder influente:

"- Se a deusa me dissesse que o céu é verde e não azul, e meus olhos se recusassem a acreditar nela, eu preferiria arrancar meus olhos a duvidar da deusa. Ela porém nunca dirá isto, pois Ýar nunca mente, NUNCA."

Assim, caso alguma divergência de interpretação surja em qualquer dogma, mínima que seja, ela é anotada para ser questionada diretamente à Jara em suas visitas anuais. Muitas mortes entre Asokay se deram por não esperarem estas visitas e não aceitarem dúvidas.

Outra coisa pelos quais os Asokays se orgulham é que Jara amamenta pessoalmente as crianças Asokays sempre que os visita, portanto toda a população já bebeu do leite da deusa pelo menos duas vezes (ela amamenta todos por dois anos, mas a maioria pede para os filhos serem amamentados até os cinco, seis anos). E devido a isto, apesar do clima nada amigável da Terra dos Esquecidos, NENHUMA criança Asokay morre por doenças, frio ou causas naturais. Ýar também presenteia alguns dos melhores líderes com momentos íntimos, mas isto já não é exclusividade do povo Asokay.